terça-feira, 26 de maio de 2009

não seis

fui assistir a minha amiga cantar e então me dá vontade de escrever aqui todas as letras das músicas com a voz maravilhosa dela pra todo mundo ouvir o que eu ouvi e ficar feliz, mas não sei.

e aí eu vi uma exposição de arte para as crianças brincarem e tem poesia abstrata e concreta e sonho e pedra e eu queria colocar tudo aqui pra todo mundo sentir o que eu senti, mas não sei.

e depois fui comer com uns amigos e falamos de mil coisas boas e morremos de rir e eu tento lembrar umas frases que falamos lá pra escrever aqui pra compartilhar, mas não sei.

e então eu desço a cardeal com trânsito e fico lendo um monte de filosofia de rua nas paredes do cemitério e penso que seria legal decorá-las e guardá-las aqui, mas não sei.

e isso me leva longe e reflito sobre a vida a morte o meu tio que foi embora na semana passada depois de sofrer bastante mas não perder a fé e tento me lembrar bem da minha, mas não sei.

e eu queria falar muito da minha mãe que eu amo que está aqui sentada no sofá fazendo tapeçaria e isso me obriga a ficar acordada mesmo com sono porque é meu único tempo ao lado dela, mas não sei.

daí sei lá.

Nenhum comentário: