quarta-feira, 5 de setembro de 2007

parada

caminha
a linha
fina
mina
a dor
o amor

chora
a hora
funda
inunda
a dor
o amor

cede
e pede
colo
esfolo
a dor
o amor

corre
e morre
fraca
aplaca
a dor
o amor

a dor
o amor

não sei mais escrever outra coisa.

Nenhum comentário: